Muito além da comida japonesa tradicional: conheça os pratos quentes do Udon e surpreenda-se!

Quando você pensa em comida japonesa, o que vem à sua mente? Provavelmente, você respondeu sushi e sashimi, certo? E se eu te contar que, além de estar enganado, você pode estar deixando de aproveitar tudo o que a gastronomia japonesa tem a oferecer? Isso mesmo! Renda-se aos pratos quentes… Você vai se surpreender!

Mas, calma, antes de correr para o restaurante, é importante entender um pouquinho da tradição da comida japonesa. Ao contrário do que se pensa, os japoneses comem pouco as combinações de peixe cru tão famosas por aqui no Brasil. Aliás, sushi e sashimi, definitivamente, não são comidas do dia a dia deles! Por lá, do outro lado do mundo, eles tomam muita sopa, caldo e comem muitos pratos quentes com carne, arroz e cogumelos, além de cozidos ou ensopados com macarrão, verduras e legumes e carne que pode ser de boi, porco ou frango. E muito mais!

A adaptação da culinária japonesa com um toque fusion

Voltando para o Brasil, é importante ressaltar que, da mesma forma que a parte crua da culinária japonesa foi adaptada por aqui, os pratos quentes também ganharam várias combinações genuinamente brasileiras. Tem prato para agradar todo mundo! Dá para convidar a família inteira para curtir essa farra cultural e gastronômica! Que ver só?

Vamos lá! Agora que você já sabe que há muito mais variedade – com muitos pratos que vão muito além do que você estava acostumado – nos bons restaurantes japoneses no Brasil, o melhor mesmo é provar cada um! Não acha?

Então, que tal seguir as dicas dos chef do Udon, Marcelo San, que assina o novo cardápio do restaurante recheado de novidades para aquecer sua alma e o seu paladar? Mas nem tente perguntá-lo qual prato é o seu preferido… A resposta vem do coração. “Prato é igual filho. Não dá para falar que gosto mais de um ou de outro”, disse Marcelo San, que segue uma linha fusion e apresenta um cozinha de vanguarda, moderna, saindo do tradicional. É uma mistura única de sabores e uma pitada de ousadia! “Meus mestres são da região de Tóquio. Por lá, a pegada é agridoce. Assim, eu trouxe essa combinação para os meus pratos”, revela nosso chef.

Ficou com água na boca? Então, conheça algumas dessas maravilhosas combinações!

Conheça os novos pratos quentes do Udon

Uma das sugestões do chef é a mistura inusitada de lula recheada com burrata e redução de balsâmico. Apenas imagine a lula sendo partida e a burrata derretendo no prato e tente não enlouquecer de desejo… Não tem como descrever uma explosão de sabor como essa. Só experimentando pra saber!

Lula recheada de burrata

Outro prato obrigatório, que vale muito a experiência, é esse tartar de bacalhau!


 Tartar de bacalhau

Ou quem sabe você é um amante de camarão e deseja muito saborear essa outra mistura: camarão com linguine com tinta de lula?

Camarão com linguine com tinta de lula

Quer mais? Tem ainda, como sugestão do chef, este outro sabor inconfundível: merluza negra com arroz de limão. Hummm…

 Merluza negra com arroz de limão

E para finalizar sua experiência gastronômica de hoje, imagine só o sabor deste dourado grelhado ao curry…

 Dourado grelhado ao curry

E você sabia que para acompanhar tantas delícias, o Udon oferece uma carta variada de drinks inusitados também? Um de cada, por favor! Experimente tudo e vem aqui contar pra gente depois.

Rede Gourmet comemora 28 anos de história na capital mineira

Nossa história, que começou quando dois irmãos abriram, em maio de 1991, a Baguette Sanduicheria, em Belo Horizonte; hoje, conta com oito restaurantes que formam a Rede Gourmet! São 28 anos para comemorar de uma trajetória de sucesso, muitos desafios e muitos ‘causos’ para contar…

Como tudo começou…

Naquele ano, os irmãos Agilberto Martins e Pedro Martins já inauguraram a Baguette Sanduicheria, na rua Alagoas, na Savassi, com um conceito inovador: os sanduíches especiais, feitos com pães baguete e sírio, levavam os nomes dos bairros de BH. Pra acompanhar: o chopp mais gelado da Savassi! Assim começou a nossa história…

“Queria ter meu próprio negócio. Convidei meu irmão Pedro para montarmos a sanduicheira. Fomos trabalhando com afinco e coragem”, conta Agilberto Martins, sócio proprietário da Rede Gourmet.

E o negócio deu certo! Conheça a história da nossa primeira grande marca: o restaurante Santa Fé

Um ano após a abertura da sanduicheria, em 1992, os irmãos foram convidados para servir seus sanduíches aos hóspedes do hotel Champagnat. O sucesso dos lanches foi tanto que, a partir de 1994, foi inaugurado ao público o Santa Fé, na rua Pernambuco. Com um conceito de restaurante-galeria de arte, o restaurante funcionava apenas à noite, com pratos à la carte.

Uma das histórias curiosas dessa época foi a exposição de 14 obras originais de Picasso. A exposição, que durou uma semana, era acompanhada de um jantar especial e chamou muita a atenção da sociedade e da imprensa.

Em 1998, a casa passou a abrir para o almoço, oferecendo o novo serviço de buffet. “Eu e o Pedro panfletávamos na região para divulgar essa inauguração. Na época, nós dois fazíamos o trabalho de hostess, recebendo os clientes na porta do Santa Fé”, lembra, com orgulho, Agilberto.

Com o tempo, o Santa Fé foi incrementando cada vez mais o menu do almoço. O restaurante é conhecido por seu buffet de salada e antepastos – com mais de 60 opções – e uma carta de completa de vinhos, bebidas e coquetéis, além dos pratos à la carte da gastronomia internacional.

Nossos próximos passos: abertura da premiada Olegário Pizzaria

Em 2004, foi inaugurada a Olegário Pizzaria, mais um grande sucesso! Afinal, quem disse que uma pizza não pode ser sofisticada?

Eleita 15 vezes a melhor pizza de BH, a casa é reconhecida por suas pizzas de massas finas, assadas em fornos a lenha. Além das premiadas pizzas, tem uma vasta carta de vinhos, pratos à la carte e atendimento de alto nível. Tudo isso em um ambiente acolhedor – um charme a mais para receber bem nossos clientes em suas cinco unidades!

Udon: gastronomia japonesa altamente nobre e exclusiva!

Depois da Olegário Pizzaria, veio o Udon. Eleito 10 vezes o melhor japonês de BH, o Udon foi inaugurando em 2008, no tradicional bairro de Lourdes e, hoje, conta com outra unidade no Belvedere. O restaurante é uma das principais referências da culinária japonesa na capital mineira, com combinações exclusivas dos nossos chefs.

A criação da marca Rede Gourmet

Já em maio de 2009, da junção das marcas Olegário Pizzaria e Forneria, Restaurante Santa Fé e Udon Culinária Japonesa, nasceu a marca Rede Gourmet, com o intuito de reunir a qualidade, a variedade e o serviço de excelência dos nossos estabelecimentos, levando em consideração as particularidades de cada um.

E assim caminhamos em direção ao futuro, construindo marcas fortes, levando uma experiência gastronômica de excelência para onde for.  Nestes 28 anos de sucesso, temos muito o que agradecer e parabenizar a todos que fazem parte dessa trajetória, fazendo da nossa marca uma grande bandeira!

Open Wine Santa Fé Savassi: deguste à vontade!

 

Se você ama dividir um bom vinho, em uma agradável companhia, prepare os seus sentidos… A partir do dia 02 de maio, você poderá degustar à vontade, no Santa Fé Savassi, vinhos cuidadosamente selecionados por nosso sommelier Arilton Soares.

Com o lema “um novo conceito de degustação de vinhos, uma explosão de sabores…”, a novidade promete movimentar as noites no tradicional restaurante da Rede Gourmet, que concilia sofisticação e alta gastronomia em um ambiente descontraído. Para uma nova ambientação ainda mais aconchegante, a varanda da casa foi preparada especialmente para receber o Open Wine e agora conta com um fogão à lenha de onde sairão, aos olhos dos clientes, pães para harmonizar com os vinhos.

Que tal começar com um refrescante espumante harmonizado com a Pane Cotta all´ora (pão da casa assado na hora com especiarias)?

Assinado por nosso chef Lucas Peloso, o novo cardápio do restaurante é a outra grande novidade do Open Wine Santa Fé, que inclui Cicchetti – pequenas porções quentinhas feitas para compartilhar e experimentar vários sabores, assim como são servidas tipicamente nos bares de Veneza. Não deixe de experimentar o Arancini Queijo Canastra com Ervas (novo bolinho de risoto).

Viva esta experiência: veja como funciona o Open Wine Santa Fé Savassi

O Open Wine Santa Fé Savassi será de segunda a sábado, das 19h às 22h.

Imagina só vivenciar durante 3 horas, a experiência da nossa trilha especial do vinho: dos mais refrescantes aos mais encorpados.

“É um novo conceito de tomar vinho à vontade, com os amigos, em um ambiente agradável e ainda compartilhar porções variadas e deliciosas, assim como na Itália. Outro diferencial do nosso Open Wine é que ele funcionará em todos os dias de abertura da casa.”, conta Pedro Martins, sócio proprietário.

E o melhor: por um preço super especial! Escolha umas das opções abaixo e viva esta nova e surpreendente experiência em BH:

  • R$ 49,00 (Open Wine Prata)
  • R$ 59,00 (Open Wine Ouro)

O preço é por pessoa e inclui a degustação de vinho, à vontade, durante o horário de funcionamento do Open Wine Santa Fé Savassi.

Entre os vinhos selecionados estão chilenos, argentinos e um de Portugal. “Com ótimos fornecedores, priorizamos a qualidade dos vinhos. Para se ter uma ideia, entre os rótulos do Open Wine Prata está o Stilus Cabernet Sauvignon, que é um vinho sensacional do Chile. E Open Wine Ouro conta com um importante vinho do Chile, o Sanama Cabernet Sauvignon Reserva, da vinícola Viña Los Boldos, com oito meses de barril de carvalho. Esse é um vinho encorpado que pode ser harmonizado com uma de nossas empanadas, por exemplo”, indica nosso sommelier Arilton.

Sem dúvidas, o Open Wine é uma experiência muito interessante para os amantes de vinho. “O cliente tem a oportunidade de degustar todos os vinhos que selecionamos – seguindo a ordem de sugestão do nosso cardápio: começando pelo espumante, passando pelo branco e o rosé até chegar nos tintos – e depois ele pode voltar no vinho que mais gostou”, sugere Arilton.

Comemore o dia dos namorados na Rede Gourmet

O primeiro passo para ter um dia dos namorados perfeitos é escolher com carinho qual o melhor lugar para celebrar essa data. A Rede Gourmet tem as melhores opções para quem deseja desfrutar de momentos agradáveis com uma gastronomia sofisticada que pode agradar a todos os tipos de paladares.

Premiada diversas vezes como a melhor pizzaria de Belo Horizonte, a Olegário se destaca não somente por suas especialidades de forno, mas também pelos deliciosos pratos à la carte, os risotos, que são super famosos na casa, e sua extensa carta de vinhos. Confira o menu especial da Olegário para esse dia dos namorados.

cardápio menu especial namorados olegário final (1)
FOTO

O restaurante SantaFé, localizado no coração da Savassi, é super requintado, aconchegante e apresenta os clássicos da gastronomia com muita elegância e irreverência. Esse é o menu elaborado para o restaurante.

cardápio namorados especial santafé final

Agora se você é amante da culinária oriental e não abre mão de uma deliciosa comida japonesa, então o Udon é o seu ponto de parada. O restaurante já foi premiado diversas vezes como o melhor japonês de Belo Horizonte. A unidade Lourdes preparou um cardápio super legal para os casais apaixonados por japa. Você pode escolher consumir o menu fechado ou o cardápio aberto.

Cardápio namorados especial Udon Lourdes FIM

A unidade Belvedere também funcionará no dia dia 12 de Junho, porém somente com a opção de cardápio aberto. Para evitar filas e deixar o seu dia perfeito, recomendamos a reserva antecipada em todas as unidades.

Endereços e contato para reservas:

Olegário Jardins: Av. Prudente de Morais, 520 – Cidade Jardim / 2531-5425

Olegário Matriz: Av. Olegário Maciel, 1748 – Lourdes / 3337-4446

Olegário Vila da Serra: Alameda Oscar Niemeyer, 405 – Vila da Serra, Nova Lima / 3566 – 4122

Olegário Pátio: R. Lavras, 150 – São Pedro / 3317-2020

Olegário Pampulha: Av. Pres. Antônio Carlos , 7456 – São Luiz / 3586-7681

Udon Lourdes: R. Gonçalves Dias, 1965 – Lourdes / 3243-8004

Udon Belvedere: Estr. p/ Nova Lima, 403 – Belvedere / 3324-0052

SantaFé: R. Pernambuco, 800 – Funcionários, Belo Horizonte/ 3261-0987

E aí, convencido de que a Rede Gourmet tem as melhores opções para essa celebração inesquecível? Estamos te esperando!

 

Conheça os 5 sabores da Temporada Especial de Risotos da Olegário

O risoto é um prato típico da Itália feito com o arroz arbóreo. Esse tipo de arroz tem uma alta capacidade de absorver  líquidos, por isso é ideal para o preparo de risotos, evidenciando os sabores ao paladar.

Além disso, o arroz arbóreo libera uma grande quantidade de amido, que garante aquela cremosidade que a gente adora em um risoto, não é?! E o melhor desse prato, é que ele permite uma grande variação de sabores, então é impossível enjoar, concorda?

Pensando nisso, a Pizzaria Olegário está promovendo uma temporada especial de risotos. São 5 sabores exclusivos para quem adora vivenciar experiências gastronômicas inesquecíveis. Nesse post, vamos te contar tudinho sobre cada um desses sabores. Olha só!

1- Risoto de Camarão: azeitonas pretas, tomate confit, camarões ao vinho, rúcula, açafrão e queijo grana padano.

2- Filé aos Três Funghis: iscas de filé, funghi secchi, shiitake, cogumelos paris e queijo grana padano.

3- Vegetariano: Legumes frescos, pesto de manjericão, lascas de burrata e queijo grana padano.

4- Brie Trufado com Parma: presunto parma, aspargos, geleia de pimenta, queijo brie trufado e queijo grana padano.

5- Abóbora com Bacalhau: abóbora, lascas de bacalhau, palmito pupunha, tapenade e queijo grana padano.

E aí, qual desses sabores você acha que vai te conquistar?

A temporada especial de risotos já iniciou em todas as unidades da Olegário. Cada prato serve duas pessoas. Convide aquela pessoa que você adora, desfrute à vontade e depois conta pra gente qual foi o seu preferido. Até breve!

Por: Mariana Oliveira

Dicionário Gastronômico

O cenário da gastronomia vem se transformando ao longo dos anos. Os restaurantes, que antes tinham um padrão bastante parecido, estão adotando estratégias cada vez mais criativas para se diferenciarem e conquistarem mais espaço no mercado.

Por isso, alguns estabelecimentos têm apostado no estilo de culinária gourmet. Essa expressão é associada à alta gastronomia por ter uma preocupação cultural e artística na apresentação e preparo dos pratos, além de prezar pela alta qualidade dos ingredientes.

Com isso, atualmente, tem sido mais comum ouvir falar de termos técnicos da gastronomia. Portanto, fizemos a seleção de alguns desses termos para que você fique por dentro desse cenário:

Aromatizar – Adicionar ervas, essências, vinhos ou licor a um alimento para perfumá-lo.

Chutney– Conserva condimentada, de origem indiana, feita de uma ou mais frutas, ou legumes misturados com vinagre, açúcar, gengibre, canela, cravo, cúrcuma e mostarda em grão.

Confit– Técnica de imergir alimentos para cozinhá-los ou conservá-los. Utiliza baixa temperatura e tempo prolongado. Carnes são confitadas em gordura e frutas são confitadas em caldas.

Coulis– Purê quase líquido de vegetais ou frutas, sem adição de gordura ou elemento engrossante.

Deglacear– Desprender crostas de alimentos do fundo de panelas ou assadeiras com auxílio de líquidos como vinho, caldo ou água, transferindo sabor para a elaboração de molhos.

Emulsionar– Bater, vigorosamente, ingredientes que não se misturam. A maionese é uma das emulsões mais conhecidas.

Flambar– Adicionar ao prato alguma bebida alcoólica e colocar fogo. Neste processo, o álcool evapora e deixa o alimento com o sabor da bebida.

Marinada– Líquido aromático com a mistura de temperos que envolvem os alimentos antes do cozimento. Esse processo ajuda a realçar o sabor.

Papilote– Processo de cozimento no qual o alimento é embrulhado em papel alumínio ou papel manteiga e assado no forno.

Redução– Diminuir a quantidade de líquido de um caldo ou molho em fogo baixo, com a tampa da panela aberta, permitindo a evaporação.

Saltear– Cozinhar, rapidamente, com pouca gordura em temperatura alta.

Selar– Dourar a superfície da carne, rapidamente, em uma superfície bem aquecida para que ela se mantenha suculenta.

 

Fonte: Dedo de moça

 

 

Rede Gourmet destaque na revista Encontro

revista encontro blog

Entretenimento

Agilberto Martins da Costa
Nasceu em Belo Horizonte
54 anos, casado, 1 filho e 1 enteado
Formado em engenharia Civil pela Fume. Sócio-fundador da Rede Gourmet

Pedro Martins da Costa
Nasceu em Belo Horizonte
51 anos, casado, 2 filhos
Formado em ciências contábeis pela PUC Minas. Sócio-fundador da Rede Gourmet

Entre os muitos hobbies que o empresário Pedro Martins da Costa tem, está o de reunir os amigos em sua casa de campo, em Nova Lima, e preparar uma bacalhoada. Hábito similar ao do irmão Agilberto Martins da Costa, cuja especialidade é moqueca. Porém, os dois assumem: os dotes culinários param por aí. Quer dizer, isso se não for levado em conta o talento para gerenciar negócios gastronômicos. Aí, não falta expertise. Eles comandam a Rede Gourmet, grupo fundado em 1991 que reúne os premiados restaurantes Santafé, Udon e Olegário Pizza e Forneria.

Em 2016, quando muitos do setor de alimentação fecharam as portas, os dois avançaram. Em abril, inauguraram uma central de molhos, passo para garantir a padronização e qualidade das receitas servidas. A cozinha segue a ficha técnica, depois refrigera e distribui os produtos em saquinhos. Por mês, são ensacadas 11 mil porções de molhos, que têm entre 50 ml e 1 l. Os menores vão para pratos à la carte, enquanto os maiores são usados na produção de pizzas, por exemplo.

Pouco tempo depois, em novembro, foi a vez de chegarem ao bairro Belvedere, com a abertura da segunda unidade do restaurante japonês Udon, agora no Ceaser Bussiness e ao lado de três sócios. “O ano foi melhor do que prevíamos”, resume Agilberto. “O tanto que demitimos em 2015, recontratamos em 2016. Esperamos aumento de 5% no lucro e 20% no faturamento comparado com o ano anterior”, diz.

Engenheiro civil por formação, ele trabalhava na Andrade Gutierrez quando surgiu o desejo de empreender. Como gostava de frequentar uma sanduicheria em São Paulo e não encontrava nada igual em BH, ele se inspirou. Chamou o irmão caçula, Pedro, formado em ciências contábeis, e montaram uma lojinha na rua Alagoas com sanduíches em pão francês. Ganharam um cliente especial, dono de um hotel a poucos metros dali. Quando esse empresário decidiu terceirizar a área de alimentação do seu negócio, lembrou-se da dupla. Surgia assim, por acaso, o que viria se tornar a especialidade de Pedro e Agilberto: administrar o setor alimentar em hotéis e, quando possível, abrir os restaurantes para clientes externos. Hoje, mantêm 12 estabelecimentos, sendo quatro apenas para hóspedes.

O primeiro aberto ao público foi o Santafé, há 22 anos. Sete anos depois, inauguraram a Olegário no Lourdes. Quando a capital passou por sua expansão hoteleira devido à Copa do Mundo, em 2013, choveram convites para levar as casas a unidades de diferentes bandeiras. Criaram então um modelo de franquia. “Somos franqueadores e franqueados. Em cada local, temos uma porcentagem de sociedade e um ou mais sócios”, explica Pedro.

A veia empresarial e a dedicação foram fundamentais. Assim como o domínio em gestão e logística. Para se ter ideia, a compra mensal que fazem para a rede tem 1.500 itens de cozinha: são 5 toneladas de muçarela por mês, assim como 500 litros de azeite e 4.500 garrafas de vinho. Os irmãos não escondem os segredos para o sucesso. “Prezamos pela qualidade gastronômica e de atendimento e sempre estamos cortando custos”, diz Pedro. Só não adianta pedir dicas para a bacalhoada e moqueca, essas são sigilosas.

fonte; revista encontro, por: Aline Gonçalves, 11/01/2017 15:09.

Pizza de Tapioca

O lançamento da Pizzaria Olegário, usa na massa artesanal a fécula de mandioca, que não contém gordura, sódio e o tão famigerado glúten. Assado a lenha o disco dispensa o uso de óleo e leite e contém meras 150 kcal. Quer dizer, vai depender do recheio escolhido.

A novidade da Pizzaria Olegário, além de ser uma opção saudável, vale lembrar outro super benefício da pizza de tapioca que é o seu delicioso sabor, podendo ser a base para todos os sabores do cardápio, desde os tradicionais até a vegetariana.

A massa é produzida na própria casa em uma receita é trancada a sete chaves.E para comemorar o surgimento da mais nova pizza da Pizzaria Olegário, foi feito um evento em uma das unidades Olegário (JARDINS), que aconteceu no dia 2 de abril de 2016, com o comparecimento de convidados especiais, com direito a um momento de malhação e degustação da mais nova receita fitness de Belo Horizonte.

Algumas sugestões de recheios fitness:

  • Rúcula (Molho de Tomate, Mussarela Especial, Rúcula, Tomate Seco e Alho Torrado.
  • Alho Poró (Molho de Tomate, Mussarela Especial, Alho Poró, Parmesão, Manjericão, Salsinha e Orégano.)
  • Marguerita (Molho de Tomate, Mussarela Especial, Fatias de Tomate, Grana Padano Ralado, Orégano e Manjericão.
  • Caprese (Molho de Tomate, Mussarela Especial, Fatias de Tomate, Fatias de Mussarela de Búfala, Salsinha e Molho Pesto de Manjericão.
  • Capri (Molho de Tomate, Mussarela Búfala, Queijo Cabra Fresco, Queijo Cabra Pecorino, Presunto de Parma e Salsinha.
  • Burrata Al Pesto (Molho de Tomate, Mussarela Especial, Tomates Confitados,Burrata e Molho Pesto.

ALIMENTOS FUNCIONAIS: ENTENDA E INCLUA NAS REFEIÇÕES!

funcional-

 

Muito se ouve falar em alimentação funcional. Mas o que significa este termo? Em linhas gerais, fazem parte desse grupo aqueles alimentos que, além de cumprirem sua função nutricional, fazem bem à saúde e em alguns casos ajudam até a prevenir doenças.
Não à toa, alguns restaurantes têm investido em cardápios funcionais, aliando a boa mesa aos cuidados com a saúde. Que ao praticar a gastronomia funcional une o sabor dos ingredientes aos efeitos que eles, combinados, terão no organismo.
Mas ninguém precisa sair de casa para experimentar a gastronomia funcional. O segredo está sem saber como consumi-los, já que não basta simplesmente misturá-los aos pratos do dia a dia. Abaixo uma lista de alimentos funcionais que podem entrar na dieta e ajudar a sua saúde.
Alho – 1 dente cru (pode ser moído ou picado) por dia melhora a imunidade e aumenta o colesterol bom;
Goji berry – 120 ml de suco ou entre 15g e 45g in natura ou desidratado por dia ajuda a aumentar a imunidade;
Chá de hibisco – esquente diariamente uma colher de chá da folha seca em 200 ml de água mineral até cerca de 85 °C. Ajuda a controlar o colesterol, a queimar gordura e tem ação diurética e antioxidante;
Chá verde – diariamente, ferva 1 litro de água, desligue e coloque 1 colher de sopa da erva. Aumenta o colesterol bom, reduz o ruim, potencializa o emagrecimento, tem ação antioxidante e ajuda a prevenir alguns tipos de tumor;
Gengibre – 2 colheres de chá por dia fresco, seco ou em conserva têm ação antioxidante, ajudam a combater problemas respiratórios e ajudam no funcionamento do sistema digestivo;
Vinho tinto – 1 cálice por dia para se beneficiar de seus poderes antioxidantes que previnem câncer e doenças cardiovasculares;
Azeite de oliva – 1 colher de sopa do tipo extravirgem (sem aquecê-lo) ajuda no funcionamento do intestino e combate o envelhecimento precoce das células;
Chia – de 1 a 2 colheres de sopa da semente ou da farinha ou 1 colher de sopa do óleo por dia. Ajuda no funcionamento do intestino, previne doenças cardiovasculares e tem ação anti-inflamatória;
Linhaça – 1 colher de sopa por dia, de preferência moída na hora, tem como benefícios o alívio de sintomas da TPM e da menopausa, a regulação dos hormônios em geral e a melhora do funcionamento do intestino;
Pimenta vermelha – não há uma quantidade exata recomendada, mas ela ajuda a acelerar o metabolismo, dá sensação de prazer e de saciedade;
Tomate – 100 g por dia, no molho, ajudam a combater o envelhecimento precoce e a prevenir alguns tipos de câncer;
Canela – de 1 g a 6 g por dia, em pó ou em pau, têm ação termogênica e ajudam a controlar o diabetes e o colesterol. Ainda melhora a imunidade e tem ação anti-inflamatória;
Quinoa – não há uma quantidade exata recomendada. Ela pode ser consumida em grão ou como farinha, ajudando a prevenir problemas cardiovasculares. Também traz sensação de saciedade;
Couve – a recomendação diária é de 100 g, crua ou cozida. Também pode ser adicionada a sucos, e tem ação antienvelhecimento, além de ajudar a prevenir câncer e anemia;
Farinha de arroz – substitui a farinha de trigo nas receitas e age contra o colesterol ruim, melhora os níveis de açúcar no sangue e o funcionamento do intestino;
Farinha de aveia – diminui o colesterol ruim e, como tem absorção lenta no organismo, traz sensação de saciedade, melhorando ainda o funcionamento do intestino;

 

Fonte: blog Angeloni